Ballet Du Grand Théâtre de Genève

O Quebra Nozes

Criado em 1960, o Ballet du Grand Théâtre de Genève tem por meta a exploração da pluralidade estilística da dança nos séculos XX e XXI. Atualmente sob a direção de Philippe Cohen, a companhia busca uma linha artística resolutamente engajada na via da criação coreográfica, mantendo-se, porém, fiel aos fundamentos da dança. Integrada por 22 bailarinos de formação clássica, se coloca entre as mais importantes companhias de dança do cenário internacional em função de suas numerosas releituras dos clássicos do balé, elaboradas por destacados coreógrafos da atualidade.

O espetáculo apresentado é o famoso Quebra-Nozes, com música de Tchaikovsky. Não se trata no entanto de mais uma releitura da obra. Com sua imaginação feérica, festiva e ilimitada, o coreógrafo Jeroen Verbruggen nos oferece uma visão original da obra-prima criada em 1892 por Marius Petipa. A ação acontece num ambiente “barroco”, e lança seu olhar sobre Marie, uma jovem intrigada por sua feminilidade, Drosselmeyer, um “Senhor Leal”, que esconde em si o príncipe que Marie deve liberar. Numa virtuosística dança cheia de reviravoltas, o coreógrafo nos transporta ao “país das maravilhas de Alice”, um mundo onírico, matizado e turbilhonante, onde a negligência beira a frivolidade, onde as tintas sombrias, alegres ou absurdas se alternam, e onde os personagens apelam às nossas almas infantis.

Duração : 83 minutos